terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Tendências/Debates: O circo de lona e a resistência urbana

Reações: 

Saiu um texto na folha de SP, dos diretores da associação dos amigos do Centro de memoria do circo, sobre o Circo e a lona. Pascoal da Conceição e Eduardo Rascov.

"O circo era um balão iluminado..." (Oswald de Andrade) 

Dias atrás, numa reunião da novíssima Associação dos Amigos do Centro de Memória do Circo, discutíamos a periclitante situação do circo de lona, esse balão iluminado que encanta desde os mais remotos tempos, quando, itinerante, mambembeava por quase todas as cidades do planeta, erguendo nelas a mais antiga sala de espetáculos do mundo.

Abrigo mínimo do sol, da chuva, das intempéries, frágil balão colorido e iluminado, dentro da lona se apresentavam atores, cantores, trapezistas, bichos, mágicos, palhaços, enfim, o mundo... do circo.

É necessário agir para que a cultura material e imaterial do circo nas cidades seja resgatada e preservada, missão maior do Centro de Memória do Circo. Por isso, que tal ajudar a fazer uma espécie de arqueologia do imaginário e doar material relativo ao circo, como fotografias, filmes, livros, discos, peças gráficas, figurinos?

Na linha do tempo do circo de lona na cultura brasileira, estão os ilustres modernistas Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral, Menotti Del Picchia, Sérgio Buarque de Holanda, Paulo e Yan de Almeida Prado e Di Cavalcanti, entre outros, que muitas vezes assistiam aos espetáculos do palhaço Piolin, no largo do Paissandu, nos anos 20.

Mário de Andrade dizia, sem cerimônia, que o circo e o teatro de revista eram os únicos "espetáculos que ainda se pode frequentar no Brasil".

Infelizmente, muitos dos espaços nos quais eram montadas aquelas delicadas estruturas viraram concreto. Mesmo assim, a barriga do circo insiste em persistir. Às vezes, topamos no meio do caminho com um circo de lona num terreno vazio. São como cogumelos que surgem depois da chuva, aparecem montados e iluminados da noite para o dia.

Essas lonas coloridas surgindo nos espaços vazios das cidades nada mais são que os sinais aparentes da resistência à desmedida ocupação imobiliária de nossas cidades. Formam um eloquente sinal de que, ali onde tem um circo --um acontecimento de arte e alegria--, está a luta dos que pensam em produzir a melhor e mais apaixonada ocupação dos espaços, onde todos vivemos a emaranhada forma humana corrupta da vida.

Não que dispensemos os arranha-céus, os mercados, as lojas de comércio ou desprezemos a necessidade de habitações. Mas como é bom saber que estão lá, alegres e resistentes, essas abóbadas frágeis, que lembram que a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte. Elas exibem de maneira dramática a situação periclitante do circo e, ao mesmo tempo, seu grande papel de resistente cultural, com sua insistência turrona.

O circo persevera em cobrir com uma lona um vão de terra e fazer brotar ali um mundo em que se manifesta a alegria, a arte, a intrepidez, linha imaginária por onde desfila como um funâmbulo a exibir sua coragem --ignorante e iluminado--, na luta contra a força da especulação imobiliária, que ergue e destrói coisas belas.

Sim, era o circo de lona que discutíamos, mas eram também as cidades, as nossas cidades, para as quais é preciso que essa resistência se fortaleça. É necessário agir para que o circo tenha garantido pelo menos um terreno fixo em uma cidade como São Paulo, com um mínimo de infraestrutura, onde ele possa se armar e depois partir, sabendo que virá outro em seu lugar, e depois outro e depois outro.

Por isso saudamos a notícia de que um terreno na marginal Tietê, próximo ao shopping Center Norte, será cedido ao Circo Spacial de fevereiro a maio. Que a nova prefeitura o transforme na permanente Praça do Circo, que tanta falta faz à cidade. E vamos ao circo, porque "hoje tem espetáculo", sim, senhor.

PASCOAL DA CONCEIÇÃO, 59, ator, e EDUARDO CESAR RASCOV, 51, escritor, são diretores da Associação dos Amigos do Centro de Memória do Circo.

fonte: http://www1.folha.uol.com.br/opiniao/1211500-tendenciasdebates-o-circo-de-lona-e-a-resistencia-urbana.shtml

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Inscrição de apresentações artísticas para a Virada Cultural 2013

Reações: 
A Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo convoca artistas e grupos que desenvolvam trabalhos artísticos, sejam em palcos, em espaços abertos à circulação pública ou em locais alternativos, a trazerem propostas de apresentações, encenações, performances, demonstrações e exibições para ocupar as ruas, praças, arenas e tablados da cidade durante as 24 horas da Virada Cultural 2013.
A 9ª Virada Cultural ainda não tem data definida. Como sempre, ela se ocorrerá num final de semana sem chuvas e de lua cheia, entre o fim da tarde do sábado e o começo da noite do domingo.
Em caso de dúvida, escreva para inscricoes@viradacultural.org.



Termo de inscrição:
Você ou seu grupo podem inscrever projetos de espetáculos de rua para uma ou mais apresentações durante as 24 horas da Virada Cultural. Os espetáculos, gratuitos para o público, serão selecionados para receberem apoio da Secretaria de Cultura.
Os espetáculos, que podem mobilizar teatro, música, artes circenses e outras disciplinas, devem ser projetados para acontecerem em local público, talvez aberto, e portanto devem prever tipos diversos de interação com o público.
Cada proponente pode se inscrever individualmente ou como representante de um grupo e apresentar um ou mais projetos. O grupo deverá ser representado por apenas uma pessoa.
Pedimos que seja desde logo indicada pelo grupo ou artista a categoria pretendida, bem como que necessariamente se indique o valor de cachê desejável. O valor indicado servirá como indicativo, especialmente para propostas que não contemplem espetáculos completos, conforme oferecido na última edição do evento.
Nem todas as categorias propostas serão necessariamente realizadas, quer por dificuldades estruturais ou institucionais, quer por falta de inscritos. Não há número pré-definido de apresentações ou verba predestinada a categorias específicas, sendo esta uma seleção informal para inclusão segundo a lógica interna do evento e sua direção artística. A predileção desta supervisão por espetáculos de rua se deve ao espírito do evento, compreendido como uma grande festa de apropriação do espaço urbano, interesse para o qual é vital a proveitosa participação dos grupos teatrais e circenses de rua.

Oficina de férias com a família Ver' Arte

Reações: 

Nossa Família Ver'Arte em parceria com a Academia Movimento preparou uma coisa muito gostosa para vocês aproveitarem ainda mais essas férias! 
O negocio é o seguinte, vamos dar uma oficina de férias e todos estão convidados!

As técnicas abordadas: Aéreo e Malabares
As aulas: Praticas
Os dias: segundas e terças (14/1, 16/1, 21/1, 23/1, 28/1, 30/1, 4/2 e 6/2 )
Horário: Crianças (até 12 anos) das 17h30 às 18h30
Adultos das 19h30 às 21h30
valor: Crianças R$ 50,00
Adultos R$ 80,00
Acertar até o primeiro dia de aula.
Preço promocional para quem é da academia ou para as crianças que já fazem circo lá.
Crianças R$ 40,00
Adultos R$ 50,00

Não é preciso ter experiencia com circo, o que precisa mesmo é vontade!

As inscrições podem ser feitas na Academia Movimento ou por in box para um dos administradores.
Vagas limitadas! Bora se inscrever e circear!
















Contato:
 Thiago Cardoso https://www.facebook.com/thiagocardosobr

Erich Sant'Anna  https://www.facebook.com/erichsantana?fref=ts

Mapa: http://goo.gl/maps/8d51g






Academia Movimento Suzano

Rua Francisco de Paula Souza Rosa 74, 08676370 Suzano, Sao Paulo, Brazil
Exibir mapa · Obter orientações

Como tirar o DRT e se cooperar pela Cooperativa Brasileira de Circo

Reações: 

Atenção circenses que queiram tirar DRT ou tornar-se cooperados da Circoop:



RETIRAR DRT-

O valor para se tirar DRT é o de um salário mínimo, R$540,00 .Porém, a Cooperativa Brasileira de Circo possui um convênio com o sindicato e o circense pode vir à sede da Circoop, munido de RG, CPF, comprovante de residência, título de eleitor, currículo, foto 3×4 e CCM (Cadastro de Contribuintes Mobiliários que pode ser retirado na subprefeitura), e retirar uma carta de autorização que garantirá o desconto de 50% para tirar o DRT.

Feito isso, você entregará a carta da Circoop + documentos na Sated. Lá irá assistir à uma palestra de integração e receberá o certificado de participação da palestra. Então, encaminhe este certificado + carteira de trabalho ao Ministério do trabalho (que fica o Centro de São Paulo) e espere o prazo imposto por eles para retirar o DRT.  (Aconselhamos a ligar antes no Sindicato para saber quando ocorre as palestras e assim você pode fazer tudo de uma vez só.)



TORNAR-SE COOPERADO-

Após retirar o seu DRT, ligue na Circoop (            011-38684172       ou             011-38754216      ), ou então envie um email para gestaocoop@circoop.com.br e agende sua integração. Quando vier na data marcada, traga consigo as cópias simples dos seguintes documentos: RG, CPF, PIS (PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL – documento adquirido para fins de previdência quando registrado ou NIT- Número de Identificação do Trabalhador – para profissionais autônomos adquirido no site da previdência ou pelo telefone 135), titulo de Eleitor, comprovante de endereço, DRT, CCM ( Cadastro do contribuinte mobiliário – documento adquirido na Prefeitura ou Sub Prefeitura do bairro na hora para fins de comprovação de autônomo), 1 foto 3X4, Curriculo, e o valor de R$ 85,00.

A integração acontece às 2ª e 4ª feiras às 15h (mas é necessário confirmar antes) e dura cerca de 1h e 30min.

Fonte: http://circoop.wordpress.com/como-tirar-drt-e-cooperar-se-a-circoop/

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Família Ver'Arte Circo Teatro

Reações: 
video

É um grupo de Artistas Circenses que conflui em seus espetáculos as experiências dos participantes de outros seguimentos artísticos além do Circo, como Artes Cênicas, Plásticas, Dança e Musica. Estão sempre em busca do novo, da superação, de uma linguagem que comunique a todos independente da idade ou cultura, pois acreditam que a Arte não requer currículo nem conhecimento para ser apreciada.
Dan, Erich e Thiago.

Atores: Erich Sant'anna, Tiago Cardoso e Daniel.

Captação e produção das imagens:
Francisco Barbosa

Feliz 2013!!

Reações: 
Circolando nossa arte deseja a todos um feliz ano novo que 2013, que seja recheado de alegrias, circo e muita arte.

boobox

Olá seja bem vindo!

A arte esta em nossas vidas, viva a arte intensamente.